NO AR
Programa: Paradao de Sucessos

Três brasileiros são condenados na Itália por corrupção em processos para obter cidadania

Três brasileiros foram condenados pelo juiz de audiência preliminar de Siracusa, no sul da Itália, por irregularidade em processos para obter cidadania e passaporte italianos. Todos trabalhavam em uma assessoria na cidade de Augusta, na Sicília. Cleber Zanatta terá pena de seis ano e oito meses, sua espoa, Sabrina dos Santos, três anos e quatro meses, e seu irmão, Diego Zanatta, quatro anos de cadeia. As informações são da Agência Italiana de Notícias (Ansa-Brasil). 

De acordo com a acusação, os três ajudaram cerca de 500 brasileiros a obterem a cidadania italiana de maneira ilícita. Segundo a denúncia, os irmãos pagavam a funcionários públicos algumas centenas de euros por processo, para facilitar o procedimento. 

Além dos brasileiros, também foram condenados três funcionários públicos italianos. As sentenças apontaram crimes de corrupção e favorecimento à permanência ilegal de cidadãos estrangeiros em território italiano. 

A Itália tem fechado o cerco a quem faz esse tipo de procedimento ilegalmente — e a quem se beneficia dele. Em 2017, o município de Ospedaletto Lodigiano, situado na região da Lombardia, no norte da Itália, divulgou uma lista de 899 brasileiros que tiveram a cidadania italiana cancelada. Na listagem, havia nomes de pessoas naturais de Porto Alegre.

Em abril, o Consulado Italiano em Porto Alegre fez um apelo no Facebook, pedindo que os descendentes não fossem à Itália fazer a cidadania.

Fonte: NSC DC

INSS passa a receber só por telefone e internet pedidos de aposentadoria por idade e salário-maternidade

Modelo de agendamento para atendimento presencial deixa de existir; análise de pedidos será feita automaticamente e segurado será chamado a agência em caso de pendências.

A partir desta segunda-feira (21) os pedidos de aposentadoria por idade e salário maternidade só poderão ser feitos ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pelo telefone ou internet. A análise dos pedidos será feita automaticamente, com base nos dados disponíveis nos sistemas do INSS e do governo, e o segurado será chamado a uma agência caso precise apresentar algum documento ou complementar alguma informação.


Os benefícios poderão ser solicitados no site do instituto ou pelo telefone 135, por meio dos quais o segurado receberá um número de protocolo. De acordo com o INSS, a mudança deve reduzir o tempo de análise dos pedidos.


Em entrevista ao G1, o chefe de divisão de gestão e implantação de sistema da diretoria de atendimento do INSS, José Francisco da Silva Neto, disse que cerca de 20% das solicitações devem ser concedidas automaticamente, sem necessidade de atendimento presencial.


A concessão automática dos benefícios já é possível desde setembro de 2017 mas, até então, também era possível agendar atendimento presencial para fazer o pedido.


"A partir do momento que a gente viu que a concessão automática é possível, pensamos em encerrar o modelo convencional e antigo. Vamos direcionar tudo para o novo modelo, ou seja, é o sistema que vai checar todos os pedidos de aposentadoria. Todos serão submetidos ao sistema que irá avaliar se estão em condições", disse Neto.


Juntos, aposentadoria por tempo de serviço e salário-maternidade responderam por 1,4 milhão de pedidos em 2017, segundo o INSS.

'Malha-fina' do INSS
 
Neto comparou o novo sistema do INSS à malha-fina da Receita Federal: o contribuinte entrega sua declaraçao de imposto de renda pelo sistema e só é chamado pelo fisco caso haja alguma pendência ou inconsistência de dados.


No caso da aposentadoria, por exemplo, o sistema vai checar, entre outros detalhes, se o segurado cumpre alguns requisitos para a aposentadoria, como a idade mínima ou tempo de serviço exigidos pelas regras atuais.


Ainda assim, oito em cada dez segurados não terão o benefício concedido automaticamente. Eles terão de ir a uma agência do INSS para complementar informação ou prestar esclarecimentos. Isso ocorrerá quando o sistema identificar “sinalizações de que pode haver alguma pendência”, diz Neto. Não quer dizer, no entanto, que terão o benefício negado.


Algumas dessas pendências podem ser:
 

contribuição para o INSS feita pela empresa empregadora fora do prazo;
registro de vínculos concomitantes, o que ocorre quando, em um mesmo período, mais de uma empresa recolhe contribuições para um mesmo contribuinte;
existência de benefício já ativo e que seja incompatível com o pedido feito ao INSS.
 
 

Serviços agendados
 
Outra mudança nos sistemas do INSS ocorrerá nesta semana. A partir de quinta-feira (24), serviços antes atendidos por ordem de chegada nas agências poderão ser agendados pela internet e telefone.
São eles:
 

Alterar meio de pagamento
Atualizar dados cadastrais do beneficiário
Atualizar dados do Imposto de Renda – Atualização de dependentes
Atualizar dados do Imposto de Renda – Declaração de Saída Definitiva do País
Atualizar dados do Imposto de Renda – Retificação de DIRF
Cadastrar Declaração de Cárcere
Cadastrar ou atualizar dependentes para Salário-família
Cadastrar ou Renovar Procuração
Cadastrar ou Renovar Representante legal
Desbloqueio do Benefício para Empréstimo
Desistir de Aposentadoria
Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados à
Pensão por Morte
Emitir Certidão para saque de PIS/PASEP/FGTS
Reativar Benefício
Reativar Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência suspenso por inclusão no mercado de trabalho
Renunciar cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão
Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido
Solicitar Valor não Recebido até a Data do Óbito do Beneficiário
Suspender Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência para inclusão no mercado de trabalho
Transferir Benefício para outra Agência

Fonte: G1 SC

Previsão de neve em SC aumenta fluxo de turistas na Serra e chama a atenção para as belezas da região

Cidades de Urupema, Urubici e São Joaquim devem registrar temperaturas de até 4ºC.

A previsão de neve para este fim de semana despertou a atenção dos turistas para as belezas da Serra catarinense. No sábado (19), a temperatura mínima deve chegar a 4º C em Urupema, 5º C em São Joaquim e 8º C em Urubici, conforme previsão da Epagri. A procura por hotéis na região aumentou, segundo empresários do setor.

Em Urubici, entre os locais preferidos dos visitantes para observar a neve estão o Morro da Igreja ou a localidade Mundo Novo, em função da altura, que facilita a concentração da neve.

Preferências dos visitantes
 
“Desde terça (18), o hotel está lotado, temos capacidade para 100 pessoas. A maioria dos turistas deve chegar entre hoje e amanhã para curtir o frio”, disse Alexandre de Souza, funcionário do Urubici Park Hotel.

Em Urupema, a procura também é grande. “Geralmente, as pessoas vão para a pracinha do Centro, onde há um termômetro, onde fica visível a temperatura baixa e dá para fazer uma foto. Outras gostam de ir ao Morro das Antenas [um dos pontos mais altos da região sul do Brasil]”, contou a funcionária de hotel Adriana Muniz.

Belezas naturais
 
A cavalgada também é uma opção para quem visita a região. As fazendas se estruturaram para receber os visitantes. “São 14 fazendas com estrutura para receber tanto visitantes nacionais como os estrangeiros. Para os proprietários de fazenda é uma atividade extra, além da pecuária”, disse o agenciador Roberio Bianchini.


Os pássaros também encantam os interessados em observar aves. “Aqui é um destino interessante por conta da mata de araucária, tem muitas espécies que só ocorrem nesta região, principalmente nesta época do ano. O show que os papagaios-charão dão que é sem dúvida o maior espetáculo aqui em termos de aves”, explicou o guia de observação de aves Eduardo Patrial.

Fonte: G1 SC
 

 

Pai, mãe e filho que vivem em SC fazem aniversário no mesmo dia

Família mora em Xaxim, no Oeste catarinense.

Pai, mãe e filho que fazem aniversário no mesmo dia. A coincidência é de uma família que mora em Xaxim, no Oeste catarinense. A gestora de Educação Infantil Marília Ferenz, 30, o motorista Sérgio Ascoli, 34, e o filho, Álvaro, de um mês, nasceram em 17 de abril. O casal está junto há 11 anos.
Marília conheceu o marido quando ela tinha 19 anos. Aos poucos, os dois foram descobrindo as coincidências entre eles: torcem para o mesmo time, são filhos mais velhos e nasceram na cidade catarinense de Seara. Mas a maior coincidência foi em relação ao aniversário.


“Fazia alguns dias já que a gente estava conversando, se conhecendo. E aí eu perguntei pra ele, e ele disse 17 de abril. Na hora eu fiquei pensando ‘será que eu falei pra ele que faço nessa data e ele tá brincando comigo que também faz nesta data e tal?’ Aí ele confirmou que é 17 de abril”, contou Marília.
Os documentos comprovam: ela nasceu em 17 de abril de 1988 e ele nasceu em 17 de abril de 1984. “Tem sido bem legal os dois fazerem aniversário no mesmo dia. Sempre festa”, disse Sérgio Ascoli.


Com o passar dos anos, o desejo de serem pais surgiu nos dois, mas não planejaram que o filho nascesse também em 17 de abril. “Nós não planejamos. E daí quando fomos fazer a penúltima consulta, o doutor disse que ia ser pelo dia 16, 17 e ficou confirmado daí”, contou Sérgio.


A mãe confirma que não havia nada planejado em relação à data de nascimento. "Na primeira consulta que nós fizemos e tal, o médico já deu uma provável data. Que seria final de abril, metade de abril. Até comentamos: ‘já pensou dia 17 de abril?’ Mas não ficamos esperando por isso, pensando se a gente ia pedir para antecipar ou atrasar o desenvolvimento do bebê’.

Mas acabou dando certo. Álvaro nasceu no dia 17 de abril de 2018 por meio do parto com cirurgia cesariana. “Vai ser muita festa. Tem que ter três presentes. São três aniversários”, brincou Sérgio.

A avó materna ficou impressionada. "Pra mim foi uma alegria. E até no começo quando ela falava da gravidez, eu pensava ‘será que não vai ser no dia 17’, mas não interferi em nada, até porque tem toda a questão da gestação”, disse a professora Sirlei Ferenz. “Será que é destino? Será que é a mão de Deus? É algo que me deixou curiosa e eu fui em busca disso na internet: o que acontece, o que tem a ver uma família que faz aniversário toda no mesmo dia", acrescentou.


A família não acredita muito em sorte, em numerologia, e acha que foi tudo coincidência da vida. Mas, na dúvida, se precisarem, já sabem em qual número apostar. “17 do 4, com certeza. Trouxe muita alegria para nós, que foi o nosso filho. A gente sempre vai lembrar dessa data e vai ser as nossas apostas", disse Marília.

Fonte: G1 SC
 

Tornozeleiras eletrônicas são colocadas em 250 presos em SC em março e abril de 2018, diz TJSC

Atualmente, 430 pessoas cumprem penas e medidas restritivas dessa maneira, segundo tribunal.

Em março e abril deste ano, 250 tornozeleiras eletrônicas foram colocadas em presos em Santa Catarina, divulgou o Tribunal de Justiça do estado (TJSC) na noite desta segunda-feira (14). Atualmente, 430 pessoas cumprem penas e medidas restritivas dessa forma no estado.


Em todo o ano passado, foram colocadas cerca de 300 tornozeleiras eletrônicas em presos do estado, segundo Talita Martins, coordenadora do Centro de Ações Penitenciárias (CAP), órgão ligado ao Departamento Estadual de Administração Prisional (Deap).


O custo mensal da utilização do monitoramento da tornozeleira eletrônica é de R$ 159. Em contrapartida, cada preso que está recolhido dentro do sistema prisional custa entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil aos cofres públicos, conforme o TJSC.

Fronteira entre Gaza e Israel tem confronto horas antes da inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém

37 palestinos morreram e cerca de 500 ficaram feridos. Estado de Israel completa 70 anos nesta segunda-feira (14).

Trinta e sete palestinos morreram e cerca de 500 ficaram feridos em confrontos com soldados israelenses nesta segunda-feira (14) na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel, anunciaram as autoridades do território palestino. Dentre os feridos, 35 foram alvos de tiros.
Os confrontos ocorrem poucas horas antes da inauguração da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, que começou pontualmente às 16h locais (10h em Brasília). A data marca o dia em que o Estado de Israel completa 70 anos. Os palestinos protestam na fronteira desde o dia 30 de março, na chamada Grande Marcha do Retorno, que evoca o direito dos palestinos de voltarem para os locais de onde foram removidos após 1948, pela criação do Estado de Israel.

Milhares de palestinos se reuniram nesta segunda em diversos pontos próximos à fronteira e pequenos grupos se aproximaram da cerca de segurança vigiada por soldados israelenses. Os grupos tentaram avançar contra a barreira e lançaram pedras na direção dos soldados, que responderam com tiros.
A Autoridade Palestina acusou Israel de cometer um "massacre horrível" na fronteira. Yusuf al-Mahmud, porta-voz da Autoridade Palestina, pediu em um comunicado "uma intervenção internacional imediata para frear o massacre horrível em Gaza cometido pelas forças israelenses de ocupação contra nosso heroico povo".

As forças de segurança israelenses se preparam para os protestos de dezenas de milhares de palestinos nesta segunda tanto na Faixa de Gaza, submetida ao bloqueio israelense, como na Cisjordânia ocupada, contra a inauguração da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém.
No domingo e nesta segunda-feira o exército israelense lançou panfletos em Gaza para advertir os palestinos que participam nas manifestações que se expõem ao perigo e que não permitirá danos à cerca de segurança ou ataques aos soldados ou aos civis israelenses vizinhos do território palestino.
De acordo com o jornal israelense "Haaretz", milhares de policiais estão posicionados na cidade.

O presidente americano Donald Trump disse no Twitter que esta segunda é "um grande dia para Israel". Trump não fez referência à violência e pediu a seus seguidores que assistam ao vivo a cerimônia de inauguração da sede diplomática.
Na cerimônia de abertura da embaixada estarão presentes Ivanka Trump e Jared Kushner, filha e genro e conselheiros do presidente americano, estarão.
 

Decisão polêmica
 
A decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e de transferir a representação diplomática de Tel Aviv para essa cidade foi muito polêmica, criticada pela União Europeia e por países árabes porque rompe com o consenso internacional de não reconhecer a cidade como capital da Palestina ou de Israel até que um acordo de paz seja firmado entre as duas partes.

Em uma primeira fase, a embaixada ficará dentro da seção de vistos do consulado-geral dos EUA em Jerusalém. O imóvel sofreu adaptações para receber o embaixador David Friedman e sua equipe. Em até um ano, um novo anexo será construído para ampliar o espaço da embaixada. O objetivo é construir uma sede própria para a representação diplomática em até dez anos.

A nova embaixada está no bairro de Arnona, em Jerusalém Ocidental, num prédio construído em 2010. Parte do terreno era considerada, até a Guerra dos Seis Dias (1967), terra de ninguém.
A liderança da Autoridade Palestina se recusa a conversar com os representantes do governo Trump desde o anúncio da transferência da embaixada, nem sequer com o genro do presidente, Jared Kushner, que havia sido designado para estimular o processo de paz.
 

Entenda a disputa
 
No conflito entre Israel e palestinos, o status diplomático de Jerusalém, cidade que abriga locais sagrados para judeus, cristãos e muçulmanos, é uma das questões mais polêmicas e ponto crucial nas negociações de paz.

Israel considera Jerusalém sua capital eterna e indivisível. Mas os palestinos reivindicam parte da cidade (Jerusalém Oriental) como capital de seu futuro Estado.


Apesar de apelos por parte de líderes árabes e europeus, e de advertências que a decisão poderia desencadear uma onda de protestos e violência, Trump resolveu adotar uma nova abordagem sobre o tema, considerando que mesmo com a postura anterior dos EUA, a paz na região até hoje não foi atingida.

Atualmente, a maioria dos países mantém suas embaixadas em Tel Aviv, justamente pela falta de consenso na comunidade internacional sobre o status de Jerusalém. A posição da maior parte da comunidade internacional é a de que o status de Jerusalém deve ser decidido em negociações de paz.
 

Jihad é convocada
 
O líder da Al-Qaeda, Ayman al-Zawahiri, convocou no domingo a jihad contra os EUA, ao afirmar que a instalação da embaixada do país em Jerusalém é a prova de que as negociações e o "apaziguamento" não ajudaram os palestinos.
 

Em um vídeo de cinco minutos com o título titulado "Tel Aviv também é um território dos muçulmanos", o médico egípcio que assumiu a liderança da Al-Qaeda após a morte de seu fundador, Osama bin Laden, em 2011, chama a Autoridade Palestina de "vendedores da Palestina" e convoca seus adeptos a pegar em armas.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, "foi claro e explícito e revelou a verdadeira face da Cruzada moderna (...) O apaziguamento não funciona com ele, e sim a resistência (...) pela via da jihad", afirmou Al-Zawahiri de acordo com uma transcrição do grupo SITE, que monitora os sites de internet islamitas.

Fonte: G1Mundo

 


 

Bombeiros de SC adquirem equipamento para recuperar vítimas de intoxicação em incêndios

Aparelho foi montado dentro de contêiner em Florianópolis. Estado é o primeiro a adquirir o equipamento para uso de bombeiros no país.

Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina comprou um equipamento para auxiliar no atendimento de vítimas de intoxicação em incêndios. A câmara hiperbárica foi montada dentro de um contêiner em Florianópolis, por isso, poderá ser transportada para os locais de ocorrência.


O aparelho custou R$ 691 mil e foi comprado com recursos do Pacto Santa Catarina, programa do governo estadual. Ainda conforme os bombeiros, Santa Catarina é o primeiro estado a adquirir o equipamento para uso de bombeiros no país.

Segundo os bombeiros, em casos de intoxicação por fumaça ao colocar a vítima na câmara, a chance de sobrevida aumenta, pela descarga de oxigênio puro em maior pressão.
Conforme a corporação, o equipamento também pode ser utilizado para treinamento de bombeiros que fazem mergulho, por ser capaz de readequar rapidamente as condições físicas após longo tempo submerso.

Fonte: G1 SC

 

 

Receita Federal apreende R$ 80 milhões em contrabando; quadrilhas se especializam em fundos falsos

Paraná é tido como a porta de entrada da rota do contrabando no país. Experiência, capacitação e equipamentos ajudam agentes a descobrir truques usados na tentativa de enganar a fiscalização

A alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, é responsável por quase a metade das apreensões feitas em todo o Paraná e Santa Catarina, área da 9ª Região Fiscal.
No primeiro trimestre deste ano, as apreensões nos dois estados atingiram a cifra R$ 171,9 milhões. Quando se analisa os números apenas da fronteira do Paraná, são R$ 81,8 milhões.
Dados do órgão fiscalizador mostram que o Paraná se configura como a porta de entrada da rota do contrabando do país.
Ao longo de 200 quilômetros entre Foz do Iguaçu e Guaíra, foram descobertas diferentes estratégias de contrabandistas que, frustadas, representaram quase a metade das apreesões dos dois estados.
 

A rota
 
Depois de passarem pela Ponte da Amizade e pelo Lago de Itaipu, as mercadorias seguem por rodovias como a BR-277, a BR-163 e a BR-369 para outros estados, em especial São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
No topo da lista de apreensões estão desde mercadorias proibidas, como medicamentos e cigarros, até as mais valiosas e em grande quantidade, como eletrônicos em geral e smartphones.

Brinquedos, por exemplo, são usados para esconder medicamentos e anabolizantes. Mas, os fundos falsos em veículos são os esconderijos mais flagrados pelos agentes da Receita Federal (RF) que atuam em Foz do Iguaçu.

Os fundos falsos sempre existiram. O que percebemos agora é uma sofisticação e esconderijos preparados em veículos de alto valor para receber mercadorias também mais caras”, conta o integrante da equipe de repressão aduaneira da RF na fronteira Paulo Kawashita.

Fundos falsos por encomenda
 
De acordo com o auditor fiscal, as estratégias mudam na mesma proporção que a fiscalização fica mais rigorosa.
 

“Percebemos que há quadrilhas especializadas em prestar este tipo de serviço para contrabandistas e traficantes de drogas e armas, montando os fundos falsos por encomenda”, destaca.
 
A sensação do momento, indica, são os telefones celulares de última geração.
Entre o fim de abril e o início de maio, foram ao menos dez apreensões deste tipo quase todas feitas na aduana da Ponte Internacional da Amizade, na fronteira com o Paraguai.
Em um dos casos flagrados no fim de 2017, o motor de um carro chegou a ser retirado para dar espaço a equipamentos eletrônicos e baterias de telefones celulares. Durante a vistoria, o motor foi localizado pelos agentes embaixo dos bancos dianteiros.

Experiência e tecnologia
 
Os treinamentos e a experiência da rotina de fiscalização ajudam os servidores a identificar possíveis irregularidades.
“O dia a dia da profissão nos dá este conhecimento necessário para fazer as apreensões. Treinamentos constantes e a troca de experiência com outros órgãos como as policiais Militar, Federal e Rodoviária também”, diz o auditor.

Além de algumas características como tipo e alterações nos veículos usados para o transporte das mercadorias, a entrevista com os suspeitos muitas vezes reforça que há algo errado.
Escâneres de bagagem e de veículos e cães farejadores também auxiliam na tarefa de encontrar os produtos escondidos e também entorpecentes.
 

“Se na conversa com os suspeitos percebemos sinais de nervosismo e já estamos desconfiados, conseguimos confirmar a situação com os escâneres e os cães”, aponta Kawashita.

Fonte: G1 SC


 
 

Ao Vivo

Trânsito Agora

Tempo