NO AR
Programa: Show da Cidade
Locutor: Clemilto Oliveira

Maior empresa enlatadora de pescados da América Latina paralisa produção em Itajaí

Gomes da Costa produz diariamente dois milhões de latas de sardinha e 500 mil latas de atum.

A maior fábrica enlatadora de pescados da América Latina suspendeu a produção de atum e sardinha em lata em Itajaí. Os motivos são a falta de peixes e problemas de importação na Gomes da Costa, como mostrou o Bom Dia Santa Catarina desta terça-feira (31). No fim desta semana deve ocorrer uma nova avaliação para decidir se o trabalho será retomado.


A empresa produz diariamente dois milhões de latas de sardinha e 500 mil latas de atum. Esta é a primeira vez que a Gomes da Costa paralisa as atividades em pelo menos 10 anos.
As fábricas de alimentos e de embalagens ficam em Itajaí. Na cidade catarinense, esta é a empresa que mais gera empregos, com dois mil empregados diretos.
A maior parte fica na fábrica que suspendeu as atividades desde sexta-feira (27). Mais de mil funcionários estão parados.

Problemas na safra e importação
 
A empresa diz que a sardinha teve uma baixa safra este ano. Geralmente, a taxa de importação do peixe era de 30%, mas neste ano passou para 95%. Este aumento prejudicou a reposição de estoque.
O atum também teve problemas na importação. Conforme a NSC TV, o governo passou a exigir documentos que não eram solicitados. Algumas cargas tiveram que voltar para o país de origem. Por isso, a empresa não está com peixe o suficiente para operar.

Interdição
 
Uma unidade que faz o bioprocessamento dos resíduos de peixe foi interditada pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) há cerca de 10 dias pelo mau cheiro.
A empresa diz que esta interdição também prejudicou os trabalhos, porque não tem o que fazer com os resíduos de peixe.

Fonte: G1 SC

Ao Vivo

Trânsito Agora

Tempo